segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Soneto A triste Saudade


Minha lágrima
Tocam os teus lábios,
Meu espírito deita
Em teus braços,

Minha triste saudade
É uma dor que
No soprar da noite
Aparta- me do meu amor,

É como se eu estivesse morto,
Sem a tua presença
Sem o teu consolo.

O vento congela meu espírito.
Não me deixe no mar
Sem os teus suspiros.

Múcyo Alexandre (11/06/2007)

Nenhum comentário:

..